Idanha-a-Nova Cidade Criativa da Música
Rede de Cidades Criativas da UNESCO,
desde 11 de dezembro de 2015.
André Viamonte

Viamonte

 

BIO 

André Viamonte nasceu em Zurich, no ano de 1983. Filho de pais emigrantes cresceu e viveu em Singen, na cidade do Sul da Alemanha. Durante sua infância, André ViaMonte encontrou inspiração nas diferentes culturas musicais que crescia a ouvir. Desde o Folclore Português ao Fado, da Ópera ao Canto Lírico, da Bossa Nova às vozes Búlgaras. O legado cultural da sua infância permitiu aceder a uma biblioteca de sons diferentes e díspares.

Aos 5 anos ingressava nas aulas de canto e de representação em Zurich onde descobriu o gosto pela música e pelo canto. O uso da voz como instrumento principal levou-o a compor os primeiros temas aos 10 anos. A música e o ato de “cantar” era um refúgio e ou um ritual pessoal. Só aos 22 anos já em Portugal reconheceu a sua posição na música. Enquanto a sua formação na área Ludoterapia, tinha acesso a cursos de canto de vozes búlgaras, hebraicas e ciganas.

Em 2013, já em Lisboa forma-se em Musicoterapia acabando por agregar toda a sua área pessoal da música (composição, canto) com a parte terapêutica. O acesso aos processos terapêuticos que se envolveu tornaram-se uma plataforma de inspiração para si quanto artista como para o seu álbum de estreia: VIA.

 

A Raíz

O constante acesso a uma diversidade cultural originou uma consequente biblioteca musical de influências muito diferentes e díspares: “(...) se em casa dos patrões suíços da minha mãe ouvia de Beethoven a Mozart na rua ouvia música Turca, Israelita popular arrematando com o Fado e Ranchos Folclóricos que se ouvia na comunidade Portuguesa.” André ViaMonte

 

Missão

Após a sua formação em Musicoterapia (Mestrado na Universidade Lusíada) e o contacto com as problemáticas sociais, ligadas à violência ao abuso e a outras áreas ligadas ao ramo da saúde (oncologia pediátrica, cuidados paliativos, geriatria, entre outras) levaram a uma consciencialização quanto artista, compositor e ser humano.

A música passa a ter uma missão: “Levar a música a uma via de união pelo sentimento baseada na empatia gerando sentimentos de pertença, respeito e tolerância.”

VIA assume-se como um resultado musical e integrante de um mundo na “... era da Globalização. Onde vários estilos se unem e onde várias línguas se fundem e falam uma só linguagem universal construída na emoção.”

 

Prémios

TimeDust (sexto tema do álbum) reconhecido e selecionado pela Balcony TV, New York como um dos temas mais interessantes de 2015 conquistando o Top mundial durante semanas.

Heartland (quinto tema do álbum) integra a banda sonora da telenovela da TVI - A IMPOSTORA junto de temas de grandes artistas Sia, Rui Veloso, Áurea (entre outros).

To MyselfTown (décimo tema do álbum) foi considerado pelo público o segundo melhor tema feito em Portugal pela MMP'16.

O álbum: Via de André ViaMonte foi considerado pela crítica 1 dos 10 melhores álbuns de 2016

Grupo Rosmaninhal
A vitalidade das tradições quaresmais de Idanha-a-Nova reflete-se, mais uma vez este ano, nos convites endereçados a grupos do concelho para apresentarem os seus cantares em diferentes pontos do país.[...]
Idanha-a-Nova acaba de ser classificada como Cidade da Música, no âmbito da Rede de Cidades Criativas da UNESCO.[...]
O Encontro Internacional As Cidades Criativas e a Música, que decorreu entre os dias 26 e 28 de Fevereiro último, em Idanha-a-Nova[...]
Ads 304X150 4
Destaque Vinde às Terras da Idanha

Ads 304X150 5

Idanha Nova   Centro Cultural Raiano   Geoparque UNESCO Naturtejo   Reserva Biosfera Tejo Internacional